Como podemos ajudar na prevenção do suicídio?

Como podemos ajudar na prevenção do suicídio?

Se você é uma das pessoas que acreditam que quem quer tirar a própria vida não dá sinais, este post foi feito para você. Essa é uma afirmação falsa, e gritamos em voz alta: é possível sim ajudar as pessoas na prevenção do suicídio. Continue aqui conosco e acompanhe esta leitura.

Sabemos que quando uma pessoa chega à situação extrema de querer tirar a própria vida é porque ela já carregou um fardo muito grande. Uma situação traumática que a deixou completamente machucada por dentro, uma depressão que não foi tratada na hora certa e corretamente e até mesmo um grande estresse, que a levou a pensamentos suicidas. O grande “x” da questão é saber identificar esses sinais e oferecer ajuda na hora certa.

Para isso, apresentamos a você nas linhas a seguir quais são esses sinais.

Primeiramente, uma pessoa que tem vontade de tirar a própria vida tem o hábito de falar continuamente sobre sua vontade de sumir ou desaparecer. Ela comenta sobre a falta de sentido de viver neste mundo a todo tempo. Outro sinal importante é que uma pessoa que pensa em tirar a própria vida tende a se isolar, ela deixa de atender a telefonemas e de responder mensagens.

Mais um fator que devemos observar é se a pessoa passou por um trauma grande, como o falecimento de um ente querido, a perda de um emprego, a ruptura de um relacionamento, entre outros. Se ela vivenciou situações como essas e não soube lidar com o trauma, certamente pode ser um potencial suicida.

E o que fazer?

Se você perceber que alguém à sua volta está com esses sintomas, você pode sim agir! Aliás, não só pode como deve! Para isso:

  • Tire os julgamentos da sua fala.
  • Seja ouvinte das reclamações.
  • Dê conselhos e não tente argumentar se a pessoa os achar muito difíceis.
  • E, se perceber que o caso é extremo, leve a pessoa a um especialista.

Existem instituições gratuitas que atendem pessoas com problemas de saúde emocional e, além disso, o Centro de Valorização da Vida, que você pode acessar ligando para o número 188, está sempre à disposição!

Juntos, nós conseguiremos mudar os números no combate ao suicídio!