Novas possibilidades, hábitos e informações estimulam a criatividade cerebral

Novas possibilidades, hábitos e informações estimulam a criatividade cerebral

A primeira semana de 2017 chega com milhões de desejos de mudanças, de atitudes, de maneiras diferentes de encarar a vida. Mudar o ponto de vista pode ser o primeiro passo.

Tente enxergar as coisas de uma maneira diferente, se colocando no lugar do outro, por exemplo.
Quando a gente se abre para novas experiências, a gente fica mais criativo. Isso muda o nosso cérebro. Tudo ganha cores.

Segundo Doutor Tarso Adoni, algumas pessoas são mais criativas que outras, mas de modo geral, dá pra estimular a criatividade em cada um e fazer um ano novo diferente.

A criatividade aumenta quando a gente abre o leque de possibilidades, busca coisas novas, novos hábitos, novas informações. O cérebro criativo é aquele que está sempre recebendo novas informações. A curiosidade é alavanca que impulsiona o cérebro para trabalhar melhor. O indivíduo que é curioso, interessado em aprender, naturalmente se torna uma pessoa mais criativa.

Fazer algo que nunca fez, aprender algo diferente, buscar novas áreas, assuntos, se interessar por temas que desconhece, tudo isso ativa a criatividade. Conversar com gente diferente do seu círculo de amizades, absorver novos conteúdos e conviver é fundamental. Tornar-se um adulto com conteúdo mais elaborado significa voltar um pouco a ser criança e se permitir mais.

A nutricionista Lara Natacci explica a importância de buscar também comidas diferentes, novas maneiras de preparar os mesmos alimentos. Desafiar os sentidos também ajuda no processo criativo. Novos sabores, odores, sons, texturas e cores criam conexões e são positivos para a saúde mental.

Fonte: Bem Estar