Problemas bucais favorecem aparecimento de rugas

Problemas bucais favorecem aparecimento de rugas

Os dentes são como um cartão de visitas, revelando as primeiras impressões de cada indivíduo e, por isso, são responsáveis por muito mais do que a estética bucal, colaboram para a harmonia de todo rosto.

“Os dentes influenciam na posição da língua, na fala, no desenvolvimento facial, na postura da cabeça e do pescoço, na estética do sorriso e no relacionamento psicossocial e emocional do ser humano”, diz Nelly Sanseverino, dentista especializada em Ortotondia e Ortopedia Facial.

Além de ser determinante nas expressões faciais, a forma das arcadas, por exemplo, tem influência direta na estética da face, porque é ela que determina qual será o formato e algumas características do rosto da pessoa. Se tiver algum problema durante o crescimento ou o desenvolvimento, a forma do rosto poderá tomar outro rumo, mudando características marcantes da sua estética facial.

“Por exemplo, existem pessoas que apresentam desde cedo dificuldades para fechar os lábios ao mastigar, repousar ou mesmo sorrir e por isso, geram contrações excessivas para realizar essas funções. Essa contração excessiva irá determinar o aparecimento precoce de rugas ao redor dos lábios”, diz a especialista.

E os exemplos não param por aí. “Uma pessoa que sofreu perda de dentes ou possui uma mordida profunda pode acabar tendo um afinamento natural dos lábios”, diz Nelly.

Equilíbrio muscular
A musculatura orofacial (bochechas, lábios e língua) também tem o poder de alterar a estética facial. Por ser responsável por uma variedade de funções que incluem, desde manifestações afetivas (risada e choro), até a execução de tarefas mais complexas, como a sucção, fala, mastigação e respiração, ela precisa estar em equilíbrio para estimular os ossos da face.

“Esse equilíbrio muscular é fundamental durante o processo de crescimento e desenvolvimento da criança, pois a ação direta dos músculos orofaciais terá forte influência na formação final da face, resultando em uma musculatura harmoniosa e uma estética agradável na idade adulta”, diz Nelly.

Maus hábitos
“Hábitos como respiração oral, sucção de dedos, uso prolongado de chupetas e mamadeiras, postura inadequada durante o sono e bruxismo podem gerar problemas ortodônticos como mordidas abertas ou cruzadas, deficiência de crescimento da mandibular, excesso de crescimento da maxila, disfunções das articulações temporomandibulares, entre tantos outros capazes de modificar completamente a estética facial de uma pessoa”, diz a especialista.

Segundo Nelly, muitas das alterações que surgem com o passar dos anos são consequências da falta de uma intervenção prévia. “Para termos bons resultados em qualquer modalidade de tratamento, devemos tratar as causas e não as consequências”, diz.

Fonte: Terra