Verão e pele: veja os principais sinais de alerta

Verão e pele: veja os principais sinais de alerta

Com esse calor e com as crianças em férias é muito difícil ficar dentro de casa. Todos querem sair para atividades ao ar livre e para se refrescar no mar ou na piscina. Além disso, normalmente usamos roupas muito mais frescas ou, frequentemente, passamos o dia inteiro de maiô, biquíni, sunga ou shorts. Resultado: tomamos mais sol.

A pele é o maior órgão do organismo. Cobre toda a extensão do corpo e, nestes meses, fica naturalmente muito mais exposta ao calor e à radiação solar. Por isso, sente mais os efeitos do verão. Podem surgir diferentes lesões. E algumas delas merecem um cuidado maior.

Manchas vermelhas que coçam
Pode se tratar de micose. Causadas por fungos de vários tipos, as micoses são muito frequentes no verão, uma vez que esses agentes se aproveitam de um ambiente quente e úmido para se desenvolver. No verão, além de suarmos mais, passamos mais tempo com roupas de banho molhadas ou úmidas. Não nos enxugamos direito, principalmente entre os dedos dos pés. Com isso, as micoses surgem com maior força. O tratamento é eficaz, mas só deve ser orientado pelo médico.

Manchas brancas
Depois de tomarmos sol podemos observar que aumenta a quantidade de pequenas manchas brancas espalhadas pelo corpo. São chamadas de sardas brancas. Geralmente, não oferecem risco à saúde. No entanto, há várias outras causas para manchas brancas que requerem mais atenção. Por isso, a melhor dica é procurar um dermatologista, para avaliar e diagnosticar precisamente.

Pintinhas vermelhas em bebês
Se o seu bebê apresentar, de um momento para o outro, várias pintinhas vermelhas claras espalhadas pelo corpo, mais localizadas em regiões de dobras como pescoço, axilas ou virilha, saiba que ele pode estar com o que chamamos de miliária, mais popularmente conhecida como brotoeja. É importante saber que a brotoeja não é acompanhada de febre e muito menos de mal-estar. Se um destes sinais estiver presente, consulte o pediatra.

Manchas escuras, amarronzadas
Os raios solares podem causar uma série de pequenas manchas de coloração castanha que se espalham pelo corpo, especialmente nas áreas mais expostas. São conhecidas como manchas senis, pois aparecem principalmente em pessoas mais velhas. Não oferecem risco se não apresentarem nenhum outro sinal como descamação, escurecimento, sangramento ou aumento de tamanho. No entanto, se aparecerem estes sinais, procure um dermatologista.

Queimaduras
As queimaduras solares são facilmente identificadas. Ardem e doem muito. Incomodam para dormir ou para se movimentar. Hidrate bastante a pele e fique atento, pois certamente sua pele deve descascar depois. Não arranque a pele, pois você pode provocar uma lesão maior ainda. Evite coçar para não infectar. E não se esqueça do protetor na próxima vez!

Prevenir é sempre o melhor remédio: passe protetor, hidrate a pele, enxugue-se bem e tente não ficar com roupas de banho molhadas o dia inteiro.

Fonte: G1